Queda em preço faz produtores de café ganharem menos de US$ 0,01 por xícara

Agricultores de países da América Central, Colômbia e Etiópia já consideram paralisar cultivo do grão. Safra recorde no Brasil é principal fator por trás da baixa nos preços. Com preço em queda no mercado internacional, produtores de café sofrem com ganhos abaixo do custo de produção
Ely Venâncio/EPTV
No verdejante planalto meridional da Etiópia, o produtor de café Gafeto Gardo está pensando em dar um tempo a uma indústria que sustenta famílias há gerações.
No ano passado, a quantia que Gafeto recebeu por um quilo de café caiu um terço, para 8 birr, ou apenas US$ 0,29, reduzindo sua renda para menos de US$ 0,01 por um cappuccino vendido no Ocidente entre US$ 3 e US$ 4.
“Agora estamos perdendo a esperança. Não estamos colhendo tanto quanto devíamos e estou preocupado que isso tenha um impacto enorme”, disse Gafeto, ladeado por trabalhadores que colocam café cereja em esteiras de juta nas colinas do distrito de Shebedino, na Etiópia. “O café é a nossa vida aqui.”
Ao contrário dos produtores de commodities como petróleo e gás natural, os cafeicultores há muito sofrem de estar na extremidade baixa da cadeia de valor — recebendo apenas uma pequena fração do preço de varejo de sua safra.
Agora, a Leia a notícia completa

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!