Importação de petróleo pela China sobe quase 30% em dezembro na comparação anual

Por Chen AizhuCINGAPURA (Reuters) – As importações chinesas de petróleo subiram quase 30 por cento em dezembro na comparação com o ano anterior, para uma segunda alta mensal em uma base diária, segundo cálculos da Reuters a partir de dados alfandegários divulgados nesta segunda-feira. O aumento foi impulsionado pela composição de estoques de final de ano por pequenas refinarias independentes que tentaram usar cotas anuais e cargas de petróleo importadas para testes em duas novas refinarias privadas.As compras em dezembro pela China, o maior comprador mundial de petróleo, foram de 43,78 milhões de toneladas, ou 10,31 milhões de barris por dia (bpd), mantendo-se acima da marca de 10 milhões de barris pelo segundo mês consecutivo e um pouco abaixo do recorde de 10,43 milhões de bpd de novembro, de acordo com os dados divulgados pela Administração Geral das Alfândegas da China.Durante todo o ano de 2018, as importações de petróleo bruto pela China aumentaram 10,1 por cento em relação ao ano anterior, para um recorde de 461,9 milhões de toneladas, ou 9,24 milhões de bpd. Isso faz da China o maior importador de petróleo pelo segundo ano consecutivo, depois de ter ultrapassado os Estados Unidos na base anual em 2017.O Leia a notícia completa

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!