Governo canadense está pessimista sobre fim rápido para tarifas dos EUA sobre metais

Por David LjunggrenOTTAWA (Reuters) – O Canadá não tem muita esperança de que Washington vá retirar rapidamente tarifas de importação de aço e alumínio e está resistindo à pressão dos Estados Unidos para concordar com cotas, afirmaram duas fontes com conhecimento do assunto.O governo do presidente Donald Trump impôs as tarifas contra Canadá e México em junho, citando razões de segurança nacional. Embora ambos os países tenham concordado em reformar o tratado do Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta) na semana passada, as sobretaxas seguem em vigor.O governo canadense, agindo sob uma promessa feita em março, anunciou nesta quinta-feira que vai impor cotas e tarifas sobre importações de sete tipos de aço de muitos países para reduzir o risco de sofrer um aumento de importações.O Canadá vai impor tarifa de 25 por cento a partir de 25 de outubro “nos casos em que os níveis de importações de parceiros comerciais excedam volumes históricos”, disse o governo.O governo do premiê canadense Justin Trudeau está pessimista sobre as chances das tarifas dos EUA serem removidas em breve, afirmaram as fontes. Em março, os EUA assinaram um acordo com países que incluíram Coreia do Sul e Brasil para isenção das Leia a notícia completa

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!