Falha no WhatsApp permite editar mensagens de resposta e contribuir com conteúdo falso, aponta empresa

A empresa de segurança Check Point descobriu que o WhatsApp não verifica adequadamente certos parâmetros das mensagens, o que permite confundir o aplicativo a respeito do conteúdo e da origem de mensagens recebidas. O problema afeta o recurso de “responder” do WhatsApp, em que uma mensagem é citada como resposta.
O WhatsApp até o momento não corrigiu o problema. Segundo a Check Point, a falha “não pode ser mitigada” sem que sejam modificados aspectos estruturais do WhatsApp. Em nota, o WhatsApp destacou que esse problema não afeta a criptografia do WhatsApp, ou seja, a confidencialidade das mensagens continua protegida.
Algumas interpretações equivocadas sobre este problema afirmam que ele permite “ler” ou “adulterar” mensagens de outras pessoas, mas isso é incorreto. O problema permite apenas que alguém adultere o trecho de “resposta” nas mensagens enviadas por si próprio, mesmo quando cita outras pessoas.
Parte ‘citada’ de mensagens WhatsApp aparece em um retângulo diferente e pode ser editada mesmo quando a citação pertence a outra pessoa: aplicativo não verifica se trecho de citação corresponde ao conteúdo da mensagem original.
Reprodução
Batizado de “FakesApps” pela Check Point, o erro permite que uma mensagem seja editada quando ela for incluída como citação em outra mensagem de resposta. A mensagem Leia a notícia completa

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!