Como funcionam programas nos moldes do ‘Bolsa Família’ nas 10 maiores economias do mundo

Nações ricas gastam, em média, 1,6% do PIB com assistência social; no Brasil, as despesas com o programa que beneficiou 14 milhões de famílias representam cerca de 0,5% do PIB. A pobreza não é uma questão que preocupa apenas os países menos desenvolvidos.
Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), as nações ricas que integram o grupo gastam, em média, 1,6% do PIB em prestações de assistência social condicionadas a um limite de renda dos beneficiários, como é o caso do Bolsa Família. São recursos transferidos em dinheiro para ajudar na subsistência e lutar contra a pobreza. O número exclui gastos sociais com Previdência, saúde e seguro-desemprego.
Cerca de 11 milhões de famílias foram convocadas, sendo 4,2 milhões beneficiárias do Bolsa Família em todo o país
Ministério do Desenvolvimento Social/Divulgação
No Brasil, as despesas com o Bolsa Família, programa que beneficiou 14 milhões de famílias em novembro, representam cerca de 0,5% do PIB. Neste ano, os pagamentos do Bolsa Família devem atingir R$ 30 bilhões.
Estudo encontra 999 beneficiários do Bolsa Família que conquistaram medalhas em olimpíada de matemática
Entre as 10 maiores economias do mundo – que incluem desde países com elevados níveis de bem-estar social, como a França e a Alemanha, Leia a notícia completa

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!