Bradesco reestrutura diretorias para impulsionar receita

Banco decidiu reduzir de seis para quatro o número de vice-presidências executivas. Pessoas caminham em frente à uma agencia do Banco Bradesco na avenida Berrini, na zona sul de São Paulo
Marcelo Brandt/G1
Em sua primeira grande reestruturação desde que assumiu o comando do Bradesco, o presidente-executivo, Octavio de Lazari, reduziu o número de vice-presidências da instituição financeira, como parte de um plano para impulsionar a receita.
O segundo maior banco privado do Brasil anunciou nesta segunda-feira (14) redução de seis para quatro no número de vice-presidências executivas, com Josué Augusto Pancini e Mauricio Machado de Minas deixando suas posições, mas mantendo-se como membros do conselho de administração.
As novas diretorias estarão concentradas nas áreas de varejo, alta renda e atacado, enquanto uma nova vice-presidência vai abarcar todas as três unidades de negócios, abrigando as áreas de infraestrutura, tecnologia da informação e recursos humanos.
As mudanças foram anunciadas quase um ano depois de Lazari assumir a presidência-executiva do Bradesco, com o objetivo de aumentar a receita por cliente.
Eurico Ramos Fabri, Cassiano Ricardo Scarpelli e Marcelo de Araújo Noronha continuarão supervisionando as áreas de varejo, alta renda e atacado, respectivamente. André Cano, ficará com a diretoria de infraestrutura, TI e RH, além das áreas pelas quais Leia a notícia completa

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!