AIE reduz projeção para crescimento na demanda por petróleo em 2018

Petróleo: demanda diminui em meio a tensão comercial
Richard Carson/Agência Petrobras

A demanda global por petróleo crescerá a um ritmo mais fraco que o antes esperado neste ano e no próximo, em meio a riscos econômicos como as tensões comerciais e também por causa dos preços mais altos da commoditie, afirmou a Agência Internacional de Energia (AIE) nesta sexta-feira (12). Em relatório mensal, a AIE reduziu suas projeções para crescimento na demanda para 2018 e 2019 em 110 mil barris por dia (bpd), para 1,3 milhão de bpd e 1 4 milhão de bpd, respectivamente.

Sediada em Paris, a AIE diz que a demanda é prejudicada pelos preços mais altos do petróleo, particularmente nos mercados emergentes, bem como pela demanda mais fraca da China, e por causa da disputa comercial entre Pequim e os EUA.

As revisões na demanda ocorrem após os preços tocarem máximas em quatro anos em outubro. Os preços têm sido apoiados pela expectativa de queda nas exportações do Irã, alvo de sanções dos Estados Unidos.

A AIE afirmou que a oferta do Irã recuou à mínima em dois anos e meio em setembro, com países reduzindo suas compras da nação persa antes Leia a notícia completa

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!