628 mil contribuintes estão na malha fina do Imposto de Renda, diz Receita Federal

Consultas ao último lote do IR serão abertas na segunda-feira pelo Fisco. Quem não estiver no lote, e nem apareceu nos anteriores, caiu na malha fina do leão. A Secretaria da Receita Federal informou nesta sexta-feira (7) que 628 mil contribuintes tiveram suas declarações do Imposto de Renda de 2018 retidas na chamada “malha fina” por conta de inconsistências nas informações prestadas.
Quando entram na malha fina, as declarações dos contribuintes ficam retidas para verificação de pendências e eventual correção dos erros. As restituições são pagas somente após a questão ter sido resolvida.
A quantidade de declarações retidas hoje em malha fiscal corresponde a 2% do total de 31.435.539 declarações do IRPF 2018 apresentadas neste ano, acrescentou o órgão.
Do total de declarações retidas em malha, o Fisco informou que 70,35% têm direito à restituição, que 25,88% tem imposto a pagar e 3,77% não apresenta imposto a restituir ou a pagar.
As principais razões pelas quais as declarações foram retidas, segundo a Receita, são:
Omissão de rendimentos do titular ou seus dependentes: 379.547 declarações
Divergências entre o IRRF informado na declaração e o informado em DIRF: 183.274 declarações
Despesas médicas: 163.594 declarações
Dedução de previdência oficial ou privada, dependentes, pensão alimentícia e outras: 128.536 declarações Leia a notícia completa

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!